Queijo Brie | klab Azeites arrow-left icon arrow-right icon behance icon cart icon chevron-left icon chevron-right icon comment icon cross-circle icon cross icon expand-less-solid icon expand-less icon expand-more-solid icon expand-more icon facebook icon flickr icon google-plus icon googleplus icon instagram icon kickstarter icon link icon mail icon menu icon minus icon myspace icon payment-amazon_payments icon payment-american_express icon ApplePay payment-cirrus icon payment-diners_club icon payment-discover icon payment-google icon payment-interac icon payment-jcb icon payment-maestro icon payment-master icon payment-paypal icon payment-shopifypay payment-stripe icon payment-visa icon pinterest-circle icon pinterest icon play-circle-fill icon play-circle-outline icon plus-circle icon plus icon rss icon search icon tumblr icon twitter icon vimeo icon vine icon youtube icon

Queijo Brie

Brie em Massa Folheada com Maçã Verde

 

O queijo Brie é fabricado desde o século VIII em uma região da frança que antigamente era conhecida como Brie.

A região de Brie era divida em três feudos: Brie française na parte mais a oeste que hoje se chama Seine-et-Marne próximo a Paris; Brie pouilleuse na parte norte que hoje faz parte de Aisne; e por fim Brie champenoise na parte leste onde hoje se situa a região de Marne parte do famosa região de Champagne (onde são produzidos os famosos vinhos espumantes).
Antes de se tornar amado pelo povo já era popular e muito apreciado pela nobreza. Há várias centenas de anos atrás, o Brie era um dos tributos que tinha que ser pago aos reis franceses. Segundo reza a lenda, um dos seus mais notáveis apreciadores era o Imperador Carlos Magno (séculos VIII-IX). Depois de ter provado este queijo, elegeu-o como seu prato favorito e nunca mais faltou na sua mesa.

Em 1814, no Congresso de Viena, foi consagrado como o “Rei dos Queijos”.

É um queijo feito a partir do leite de vaca e a crosta é formada pelo fungo Penicillium candida. É também conhecido como um queijo de mofo branco.

As duas variedades mais emblemáticas, ambas com denominação de origem, são o Brie de Meaux e o Brie de Melun.

 Brie de Meaux CCBY 4.0 Thesupermat

O Brie de Meaux tem uma textura macia, mas firme (sem derreter) com crosta branca e macia. Quando está bem curado o sabor é forte, mas não picante.

  

 Brie the Melun CCBY Cheese.com

O Brie de Melun tem sabor mais pronunciado sendo um pouco mais salgado. Quando curado tem aroma penetrante, sabor forte e a textura quase derrete. A crosta torna-se mais rala e a casca adquire tons avermelhados e odor amoniacal.

 

O queijo Brie tem o formato de um cilíndrico com 35 cm de diâmetro e 35 mm de altura com um peso que varia de 2 a 2,5 kg.

Sendo feito a partir do leite é uma fonte protéica e cada 100 gr. possuem 334 calorias.

Para melhor sentir a plenitude de seu sabor e aroma, deve ser retirado da geladeira 30 min. antes de ser consumido.

Fica fantástico acompanhado de um bom vinho tinto.

Pode ser consumido in natura, em tábuas de queijos, saladas, sobremesas e acompanhado de pães da alta qualidade e crackers.

Não podemos esquecer que em versões quentes também fica ótimo. (veja nossa receita de Brie folheado com maçã verde)

Tudo isto para dizer que é utilizado nos mais requintados pratos, aperitivos e sobremesas sendo uma fabulosa opção para servir e impressionar os seus convidados.

 

Fontes:
HeavenDelhaye
Encyclopaedia Britannica

 

Leia Mais

O Papel Manteiga na cozinha

O Papel Manteiga na cozinha

12 Temperos para te transformar em um chef

12 Temperos para te transformar em um chef

Comentários

Seu Carrinho

O Carrinho esta vazio. Click here para continuar comprando.